Carrinho

UMA ÒPERA A CÉU ABERTO

Uma viagem a Parintins que nos levou ao Hexacampeonato

O Festival Folclórico de Parintins é uma festa popular realizada no final do mês de junho, no Brasil, na cidade de Parintins, Amazónia. É no Bumbódromo (uma espécie de arena) que ocorrem as apresentações das duas agremiações folclóricas: O Boi Garantido (cor vermelha) e o Boi Caprichoso (cor azul). Durante três dias os dois Bois-Bumbás, travando uma batalha artística, conduzem uma autêntica “Ópera a céu aberto” para o Mundo, demonstrando a sua fauna e flora, os seus desejos e anseios e as suas místicas e lendas para os olhos maravilhados de quem vê. É com esta Ópera que a Costa de Prata se apresentou no Carnaval 2020, trazendo para a avenida temas regionais como lendas e rituais indígenas e o Homem ribeirinho do norte. O festival acontece a partir do imaginário encenado, brincado e jogado entre os brincantes, seja na arena ou nas bancadas. Todos se envolvem, sejam visitantes, participantes ou artistas e se tornam um corpo só na festa do Boi-Bumbá. E nós, povo de Ovar, munidos da nossa Vida de Alegria, não somos também um grande exemplo de uma comunidade que se unifica de forma a fazer com que o Carnaval de Ovar seja esta Festa única e singular? Deixem-se levar nesta viagem, desfrutem, vivam e sintam a emoção. A lenda conta a história de um casal de escravos, Pai Francisco e Mãe Catirina. Grávida, Catirina teve desejos de comer língua de boi. Para atender às suas vontades, o seu marido teve de matar o mais belo e querido boi do seu Amo e da sua filha Sinhazinha. Quando o dono da fazenda se apercebeu que o seu boi preferido tinha morrido, convocou o Pajé para ressuscitá-lo, trazendo-o de volta à vida. A felicidade reinou e toda a comunidade celebrou. Celebração esta que deu origem ao Festival de Parintins que conhecemos hoje, tendo como símbolo o Boi-Bumbá - touro majestoso, dono do lugar e brinquedo de S. João.

Todo o espetáculo é acompanhado por ritmistas com os seus instrumentos de percussão: a Marujada do Caprichoso e a Batucada do Garantido. São estes que acompanham a Toada, um canto de amor ao folclore brasileiro, em forma de poesia regional, que dá suporte ao espetáculo a cada um dos Bois. O Boi-Bumbá tem como seus guardiões a Vaqueirada que montada nos seus cavalos e munida das suas lanças, está sempre disposta a defendê-lo perante todas as adversidades. Cada Boi-Bumbá tem o seu próprio símbolo e cores que o identifica. Apresentado por uma Porta-Estandarte que o exibe com dignidade, orgulho e elegância. Ao mesmo tempo que ocorre a ação na arena, 35 000 pessoas contagiam com a sua energia e coreografias dinâmicas a prestação de cada um dos Bois. Divididas em duas autênticas claques que só se manifestam na apresentação da sua agremiação, existindo uma clara divisão entre as cores azul e vermelha. Não são permitidas vaias, palmas, gritos ou qualquer outra demonstração de expressão quando o adversário se apresenta, sendo que os que usam vermelho ignoram os azuis e os que usam azul veem no vermelho uma cor proibida. Como curiosidade, a marca Coca-Cola adotou a estratégia de regionalizar a imagem do seu refrigerante, lançando uma lata de cor azul para contemplar também os apoiantes do Boi Caprichoso.

SAMBA ENREDO 2020

Compositores: Miguel Bruno e Rodrigo Ventura

PEGUEI NA VIOLA E FUI POR AÍ
DESCI NA CORRENTEZA DO IMENSO RIO MAR
ONDE A LENDA FEZ MORADA
NA ILHA ENCANTADA TERRA TUPINAMBÁ
VI AMAZONAS GUERREIRAS, BOIÚNA, KUANDU
E NO CANTO DE IARA, ENCANTOS DO UIRAPURU
O AMO SACIAR O DESEJO DA MULHER
AO ESCUTAR O ÍNDIO AUE
TEM O PODER DE CURAR O PAJÉ
A MAGIA PARA O BOI SOBREVIVER

 

ÔÔÔÔ CORAÇÃO VAI DISPARAR
DANÇANDO COM IÔIÔ NO TERREIRO DE SINHÁ
EU VOU SEGUINDO A TOADA É O SOM
A TORCIDA INCENDEIA NO RUFAR DO TAMBOR

 

CABOCLO MEU QUERIDO E VAIDOSO PODE SER
CAPRICHOSO OU GARANTIDO O MOTIVO NO OLHAR
ESPELHA EMOÇÃO DUAS METADES NUM SÓ CORAÇÃO
A ARTE DE UM POVO QUE É FELIZ EM PARINTINS
BRASIL,
NESSA VIAGEM NA HOMENAGEM EM MAIS UM FESTIVAL
UM SHOW A CÉU ABERTO
NO MEU CARNAVAL

 

É TANTO AMOR, NÃO DÁ P’RA EXPLICAR
COSTA DE PRATA LEVANTA POEIRA
POR ONDE ESSA VIDA ME LEVAR
O SAMBA É O ESTANDARTE MINHA BANDEIRA